Iata Ground Handling Conference acontece de 26 a 29 de maio em Madri, na Espanha

Delegação brasileira será composta de diretores da Abesata e empresários do segmento de Ground Handling. O objetivo é a troca de experiência com outros países e o debate em torno dos temas e problemas comuns a todos

Entre os dias 26 e 29 de maio, acontece em Madri, na Espanha, a IGHC 2019, a Iata Ground Handling Conference, um evento organizado pela IATA (International Air Transport Association) e que deve reunir mais de 750 profissionais, de todas as partes do mundo. São representantes de companhias aéreas, provedores de serviços em solo, administradores aeroportuários, fabricantes de equipamento e fornecedores de soluções.

Na programação, temas como “O futuro do segmento de handling”, “Tempo, custo e qualidade nas operações em solo”, “Sustentabilidade”, “Como tornar a indústria do ground handling atraente para os colaboradores”, “O futuro do processo dos passageiros” e “Acelerando a experiência de manuseio de carga aérea”, entre outros.

Para o presidente da Abesata, Ricardo Aparecido Miguel, o ground handling brasileiro está em plena sintonia com o que acontece no mundo inteiro e acompanha os principais eventos do setor, como este. “Levamos para eles os nossos desafios e aprendizados e trazemos de lá também tudo que estão vivendo, novas tecnologias e inovações. O debate é sempre muito enriquecedor.” Miguel afirma que irá selar em Madri parcerias com a IATA e a ASA – Airport Service Association – para o lançamento global, previsto para meados de junho, da campanha educativa sobre como identificar, na hora da contratação de uma empresa de Ground Handling no Brasil, uma Esata regular.

Na oportunidade, acontecem diversas reuniões de network, tanto para os empresários, quanto para os diretores da Abesata. Ricardo Miguel, por exemplo, vai se encontrar em Madri também com o novo presidente da ASA, Fabio Gamba, que sucedeu Jon Conway. A Abesata é associada à ASA. 

Fonte: SEGS

Clique aqui para ler a matéria original.

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários fechados.