Demanda de passageiros na aviação cresce 3,3% em novembro

A Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA) divulgou os resultados do fluxo aéreo global durante o mês de novembro de 2019. A demanda de passageiros registrou um aumento de 3,3%, comparado ao mesmo mês do ano anterior – índice inalterado desde outubro. A capacidade das companhias aéreas (assentos disponíveis) teve um crescimento de 1,8% e a taxa de ocupação aumentou 1,1 pontos percentuais, alcançando 81,1% – um recorde para o mês de novembro. Todos os continentes apresentaram crescimentos anuais no tráfego de passageiros.

“Os resultados de novembro refletem a contínua influência da atividade econômica, das tensões geopolíticas e de outros acontecimentos, incluindo as greves da Europa. Por outro lado, o desenvolvimento positivo das negociações entre os Estados Unidos e a China pode gerar um aumento na demanda aérea”, afirma o diretor geral e CEO da IATA, Alexandre de Juniac.

No mercado internacional, a demanda global teve um aumento de 3,1%, em relação a novembro de 2018. Todas as regiões registraram crescimentos no tráfego de passageiros, exceto a América Latina. A capacidade das aeronaves subiu 0,7% e a taxa de ocupação 1,8 pontos percentuais, alcançando 80,1%. A região da Ásia teve um aumento de 3,9%, a Europa de 1,2%, a América do Norte de 2,3%, a África de 4,9%, o Oriente Médio de 7,4% e a América Latina de 0,3%.

Já no mercado doméstico, a demanda global cresceu 3,5% em novembro de 2019, comparado ao mesmo mês do ano anterior, o que representa uma queda de 3,7% do crescimento anual registrado em outubro. A capacidade das companhas aéreas subiu 3,8% e a taxa de ocupação 0,2 pontos percentuais, alcançando 82,8%. A companhas aéreas da Índia, por exemplo, registraram um crescimento de 11,3%, enquanto as do Japão subiram 3,7% – mais do que o dobro registrado em outubro do mesmo ano (1,8%).

Fonte: Panrotas

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários fechados.