Brasil assume papel de destaque na discussão global sobre retomada do transporte aéreo

Secretário do Ministério da Infraestrutura e diretor da ANAC foram indicados para participar de conselho de líderes da aviação

A convite da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês), que representa 290 companhias do mundo todo, o Brasil será um dos 21 países a compor o recém-criado Conselho de Líderes da Aviação. Objetivo imediato do grupo é discutir e alinhar medidas para a retomada do setor aéreo no contexto do enfrentamento à pandemia da Covid-19. O governo brasileiro indicou como representantes o secretário nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann, e o diretor-presidente substituto da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Juliano Noman.

O diretor-geral da IATA, Alexandre de Juniac, conversou nesta quarta-feira (27) com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e agradeceu o empenho e a liderança do Brasil na superação da crise vivida pela indústria do setor. Há consenso entre governos de vários países e as empresas de que toda a experiência da viagem aérea sofrerá mudanças significativas daqui pra frente. A adoção de protocolos sanitários em aeroportos e aeronaves é considerada como fundamental para uma retomada segura das viagens, na busca da confiança dos passageiros e na reabertura gradativa das fronteiras.

Assessoria Especial de Comunicação

Ministério da Infraestrutura

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários fechados.