Aviação brasileira recua 43% e transporta 67 milhões de passageiros em 2021

O modal aéreo brasileiro transportou 67 milhões de passageiros no mercado doméstico e internacional ao longo de 2021. Os dados são da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ainda sob reflexo da pandemia, houve uma redução de 43,5% na comparação com 2019, quando foram transportados mais de 119 milhões de pessoas. Considerando apenas o doméstico, o recuo foi de 34,2%, com 62,5 milhões de passageiros em rotas nacionais.

Por outro lado, segundo a Anac, os indicadores de dezembro de 2021 mostram uma aproximação com os números registrados na pré-pandemia. No último mês do ano, 7,7 milhões de pessoas foram transportadas em voos pelo Brasil, percentual 13,3% inferior em relação ao total aferido dois anos antes. “Trata-se do maior volume de passageiros pagos transportados nos aeroportos brasileiros desde janeiro de 2020”, informou a Anac.

A demanda de passageiros pagos transportados e a oferta de assentos no mercado doméstico apresentaram retração no acumulado de 2021, na comparação com dois anos atrás, de 27,8% e 25,8%, respectivamente. Em dezembro do ano passado ante o mesmo período de 2019, os indicadores recuaram 6,4% e 4,7%, respectivamente.

Mercado internacional tem queda de 80% em 2021

O mercado internacional, nos últimos 12 meses, devidamente impactados pela pandemia, só contabilizou 4,7 milhões de passageiros, valor 80,2% menor que o total registrado de janeiro a dezembro de 2019. Em dezembro passado, houve 985 mil embarques, redução de 52,4% na comparação com dois anos atrás. Os dados de demanda e oferta, na comparação anual com 2019, sofreram redução de 76,5% e 63,8%, respectivamente.

Fonte: https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/aviacao-brasileira-recua-43-e-transporta-67-milhoes-de-passageiros-em-2021/

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários fechados.