Projeto de segurança EMAS é lançado no Aeroporto de Congonhas

Na última sexta-feira (25), foi realizada no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, a cerimônia de lançamento do projeto de segurança EMAS (Engineered Material Arresting System). O evento contou com a participação de diversas autoridades como o Ministro de Estado da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, o Presidente da Infraero, Tenente-Brigadeiro do Ar Hélio Paes de Barros Júnior, o presidente da Abesata, Ricardo Miguel, entre outros.

Durante o evento, o Diretor de Operações da Infraero, Brigadeiro André Luiz Fonseca, juntamente com o presidente da Gol Linhas Aéreas, Paulo Kakinoff, apresentaram aos convidados o projeto de segurança de voo em CGH.

O novo sistema visa trazer diversos benefícios como o menor impacto em eventos de overrun (ultrapassagem dos limites da pista), frenagem controlada, mínimo dano à aeronave, facilidade e maior segurança em evento de evacuação da aeronave, e recuperação ágil do EMAS após sua utilização.

Entre os itens destacados, foi proposto que a RESA deve se estender a partir do final de uma faixa de pista a uma distância de, no mínimo, 90m. Além disso, também foi estabelecido que, caso seja instalado um sistema de desaceleração, esta distância pode ser reduzida com base nas especificações de projeto do sistema EMAS.

Congonhas será o primeiro aeroporto da América Latina a usar a tecnologia, que já foi implementada nos EUA, Ásia e Europa. O prazo para entrega do sistema é de 16 meses, entre o projeto e execução.

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários fechados.