Plano Nacional de Segurança da Aviação segue para sanção presidencial

Depois de mais de 5 anos, enfim, o Decreto sobre o PNAVSEC foi para assinatura da Presidência da República. Como passou por vários governos e avaliação de muitos Ministérios, acabou levando mais tempo do que o esperado. A decisão foi anunciada na última quarta-feira, durante a reunião da Conaero (Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias), que contou com a participação de entidades como SAC, Anac, Infraero, Vigiagro, PF, Anvisa, Receita, Decea, Abear, Abag, Aneaa, Iata, Jurcaib e Abesata.

Outros temas tratados na reunião foram os resultados recentes da pesquisa de satisfação dos clientes, os números das operações aéreas, medindo ainda os impactos da pandemia e o aumento do preço do querosene de aviação, a operação baloeiro e, por fim, a pesquisa de percepção dos pilotos em operações nos aeroportos concedidos à iniciativa privada.

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários fechados.